Um doloroso recomeço, parte II

Há cerca de 3 semanas atrás escrevi um post relativo ao regresso aos treinos. Agora passados uns dias venho falar novamente o quanto custa chegar a uma boa forma. À medida que os dias vão passando, a dificuldade dos treinos também aumenta e como se isso só não bastasse, quem quer ter uma boa forma no inicio da temporada tem de começar a ter um pouco mais de atenção com o peso! E como viram num post recente, tenho muito caminho pela frente. Não vai ser fácil baixar dos 76, eheheh… mas nada que a Lady Zank não resolva com o seu plano alimentar adaptado às minhas necessidades!

Após 3 semanas de treino onde fiz algum BTT, Caminhadas, Corrida e um pouco de ginásio, começo a aumentar as horas em cima da bicicleta, em especial na de estrada e, também surgem aquelas primeiras “séries” que parecem intermináveis. Parecem intermináveis não pela sua intensidade, mas sim porque já à algum tempo que não “esticamos o motor”. Depois há os dias em que fazemos bi-diário, uns dias ginásio pela manhã e bicicleta de seguida e em outros dias bicicleta pela manhã e “core” pela tarde. Acreditem que nestes dias vamos para a cama ao final do dia e dormimos sem sono, hahaha

Embora já tenha alguma base na minha preparação, por vezes ainda me sinto um pouco “espalmado”. É o que dá querer empenhar-me a sério em tudo o que entro 🙂 Estes últimos dias tem sido especialmente bravos, pois o São Pedro terminou as tréguas e temos levado com banho e algum frio quase todos os dias, mas para isso há roupa. Quem sabe se num próximo post não venho aqui falar de indumentária 🙂

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.